Últimas Publicações / Pedrinho Araújo

Pedrinho Araújo, presidente da Liga de Futsal de Maringá, faleceu em 14 de maio de 2017, aos 72 anos.

Um dos grandes incentivadores para a criação do Museu Esportivo de Maringá. 

Informações do site www.futsalparana.com.br:

O Paraná é um celeiro de grandes nomes do esporte nacional, seja em quadra, em campo ou nos bastidores. Um destes nomes nasceu não exatamente aqui, mas fez do Estado, especialmente da cidade de Maringá, seu porto seguro, sua principal estrada para o sucesso.

Pedro Araújo, filho de Lourenço Araújo e Maria Josefa de Araújo, nasceu em 26 de abril de 1945 na cidade de Paulistana no Piauí. Acompanhado de pais e avós deixou a terra natal em 1950 com destino ao Norte do Paraná.

Na Fazenda do Chirata, em Água do Patú – Maringá, ajudou a derrubar matas, plantar café e outros alimentos. Foi um período de dez anos que marcou a vida do jovem Pedro pela disciplina, organização e trabalho. Foram lições que o ajudaram a amadurecer, a enfrentar e vencer desafios.

Em 1960 Pedro trocou o campo pela cidade. Mudou se para a Vila Operaria, onde estudou e trabalhou.

Em sua carreira profissional, além dos conhecimentos de vida que adquiriu e vem transmitindo ao longo do tempo, conquistou grandes e inesquecíveis amizades. Atuou nas empresas: Fábrica de Camas Sorriso do Lar; Importador Pindorama; Retificadora Maringá e Recopar-Retífica de Motores.

Aposentado desde 1995 é Sindicalista e Diretor (desde 1978) do Sindicato dos Metalúrgicos de Maringá, onde passou por vários cargos: 1º Secretário; 2º Secretário; Suplente de Delegado; Membro do Conselho Fiscal (com mandato até 2019).

Casado com Cleusa de Lourdes dos Santos Araújo, tem cinco filhos – sua maior obra e grande orgulho: Marcelo Luciano; Patrícia Cristiane; Rodrigo Cesar; Jean Lucas; e Talita Carolina.

Como desportista Pedro Araújo começou cedo. Aos 13 anos jogava no aspirante do time da Àgua do Patu. No coração acalentava um grande sonho: Ser jogador profissional, jogar na cidade grande. Por isso aceitou o convite para treinar e jogar no juvenil do Esporte Clube Operário Brinco da Vila. Segundo ele, não passou de um jogador regular e parou. “Foi só um sonho”, diz.

Mas esse sonho não se desfez, tomou outras proporções. Em 1965, quando passou a acompanhar o futebol de salão, apaixonou-se pela modalidade.

Em 1973 montou com uma equipe de amigos o time “Dom Bosco” para disputar campeonatos populares da Liga. A partir daí o nome de Pedro Araújo está sempre ligado aos grandes momentos do Futsal do País.

e o atual vice presidente administrativo da FPFS atualmente. Participa e acompanha os Campeonatos nas cidades vizinhas para onde são enviados os oficiais de arbitragem

É Presidente da Liga de Futebol de Salão de Maringá que tem como principal campeonato, entre outros tantos eventos e ações, a “Superliga Maringá de Futsal” com as categorias: Sub-07 – Mamadeira; Sub-09 Fraldinha; Sub-11 - Pré-mirim; Sub-13 – Mirim; Sub-15 – Infantil; Sub-17 – Infanto; Campeonato Feminino e Torneios Adulto Livre.

Com estes campeonatos Pedro Araújo consegue ligar e irmanar várias cidades do interior, como: Sarandi; Marialva; Mandaguari; Apucarana; Mandaguaçu; Paranavaí; São Jorge do Ivaí; Cianorte;

Campo Mourão e a própria Maringá. Cidades que ao atuarem nas competições desenvolvem laços de amizades e união que devem prevalecer pela vida afora.

Um pouco mais de seu histórico no Futsal:

Em 1974 atuou como membro da J.D.D - Junta Disciplinar Desportiva - na Liga, onde exerceu esta e tantas outras funções.

De 1978 1997 foi Diretor de interior da Federação Paranaense de Futsal.

De 1988 a 1993 foi Presidente da Liga de Futebol de Salão.

Em 1984 a 1988 foi coordenador de arbitragem na Copa Tibagi.

Em 1998 a 2000 foi Presidente da Comissão Estadual de Arbitragem. (FPFS)

De 1998 a 2014 - Delegado e Representante da Federação Paranaense de Futebol de Salão FPFS;

De 2003 a 2013 - Delegado e Representante da C.B.F.S Confederação Brasileira de Futebol de Salão.

Como Presidente da Liga de Futsal de Maringá (em segunda gestão) Pedro Araújo tem mandato até 2018

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Walter Guerlles doa seis faixas do futsal ao Museu Esportivo de Maringá

Walter Guerlles é um dos grandes incentivadores do projeto do Museu Esportivo de Maringá, sendo doador de camisas, faixas e fotografias. Assim como vários de seus companheiros do futsal maringaense, Guerlles que já foi secretário de municipal de Esportes, tem um carinho especial pelo MEM pois foi no videodocumentário sobre os 50 anos da bola pesada na cidade, dirigido por Antonio Roberto de Paula, que surgiu a ideia de um memorial do esporte.
E

Picolé visita o Museu Esportivo de Maringá

O ex-jogador Picolé esteve no Museu Esportivo de Maringá no dia 13 de julho de 2018. Morando atualmente em Curitiba e trabalhando como observador técnico do Clube Atlético Paranaense, Picolé veio a Maringá e em cidades da região para cumprir compromissos profissionais. Na cidade, ele se encontrou com Sebastião Braz Palma, o Tião Rivelino, seu amigo desde os tempos em que atuou no Grêmio de Esportes Maringá, em 1984. T

Dirceu Oscar de Mattos

Dirceu Oscar de Mattos, presidente da Liga de Futebol de Maringá e árbitro, faleceu em 4 de setembro de 2017, aos 65 anos. 

Texto da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Maringá - 29 de outubro de 2010

A Câmara de vereadores entregou nesta quinta-feira (28.10.2010), Título de Mérito Comunitário ao presidente da Liga Desportiva de Maringá, Dirceu Oscar de Mattos, que faz parte da equipe de assessores do prefeito

Relógio que Ademir Neri Batista ganhou da Claspar em 1983 doado ao Museu Esportivo

Um relógio de parede que Ademir Neri Batista ganhou da Claspar (Empresa Paranaense de Classificação de Produtos), do Governo do Estado do Paraná, agora pertence ao Museu Esportivo, funcionando perfeitamente na sala de recepção.

A bonita peça de madeira doada ao MEM em 25 de agosto de 2019 foi um presente recebido em 1983 por Ademir pelos seus 15 anos trabalhando naquela empresa. Ele explicou que ao completar este período, o fun

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital