Últimas Publicações / Mehury, a miss de biquini, divulgando a "Jogada Maior", no Couto Pereira, antes do Atletiba de 16 de abril de 1972

Uma história lembrada por Kalk Brenner - Fotografia e História.

- Uma miss de biquini em pleno Couto Pereira antes de um Atletiba? Isso mesmo. Essa foto mostra a modelo Mehlry que pousou de helicoptero para divulgar uma campanha do que chamava-se 'A Jogada Maior'.

O site Coxanautas contou essa história, confira....

A miss e o AtleTiba de 1972

O fiel Coxa-Branca João Pletsch Martins entrou em contato com o site COXAnautas para sugerir uma matéria com a foto histórica do time Coxa que posou para uma foto e ao lado da escalação, uma mulher de biquíni. O fato curioso está registrado numa foto que faz parte de uma matéria do site oficial do Verdão.

Em 1972, em pleno Couto Pereira, um fato inusitado no futebol paranaense: uma mulher, de biquíni, posou ao lado do time titular do Verdão. Aryon Cornelsen, ex-dirigente do Coritiba, conta detalhes do dia um que uma miss entrou de biquíni no Alto da Glória, antes de um AtleTiba com 40 mil torcedores.

A presença da miss fazia parte de uma campanha de marketing do Coritiba, Aryon Cornelsen, fez para divulgar o Cori Gigante, que era um bolão de apostas do Clube. A chamada do bolão era 'A jogada maior', de certa forma uma provocação ao time do A. Paranaense, que lançara antes o seu bolão, 'A grande jogada'.

O Cori gigante teve a venda de séries de 100 mil números, vendidas em várias cidades de todas as regiões do estado do Paraná, passando depois Santa Catarina, promovendo o concurso.

Com este bolão, Cornelsen conseguiu quitar todas as dívidas patrimoniais - vencidas e a vencer relacionadas ao Estádio Belfort Duarte - e ainda arrecadou dinheiro para a construção do Couto Pereira (como o estádio passou a se chamar a partir de 1977).

Cornelsen resolveu fazer um concurso de beleza para promover o Cori Gigante. Quem ganhou o concurso foi uma jovem, de nome Mehury, que no AtleTiba de 16 de abril de 1972 entrou no estádio em carro aberto, para ser ovacionada pela torcida. Quando da foto, outra curiosidade: Dreyer, meio-campista do Alviverde, não resiste e dá uma olhada básica para a miss...

Galeria de Fotos

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Raridades do Museu Esportivo - Vídeo do GMC ONLINE

Centenas de itens, cada um deles mais do que simples objetos. Mas sim, provas da história do esporte local. E eles estão todos reunidos no Museu Esportivo de Maringá (MEM), inaugurado em 2017. Antonio Roberto de Paula, diretor do MEM, explica que o acervo conta com mais de duas mil peças, como faixas, flâmulas, camisas, medalhas, troféus, bolas, jornais e livros.

Em meio a tantas raridades, a reportagem pediu para De Paula o que é quas

1989 - Seleção de futsal de Maringá, campeã dos Jogos Abertos do Paraná disputados em Pato Branco. Pela primeira vez Maringá conquistou a medalha de ouro na modalidade. A histórica equipe era comandada por Roberto Macoto. #museuesportivodemaringa #amigosdomuseuesportivo 

Antonio Roberto de Paula fala sobre o MEM durante sessão na Câmara Municipal de Maringá

Antonio Roberto de Paula fala sobre o Museu Esportivo na Câmara Municipal de Maringá, nesta quinta-feira (17), durante a sessão ordinária.
Convidado pelo vereador Carlos Mariucci, com aprovação da Mesa Diretora, que tem o vereador Mário Hossokawa como presidente, o diretor do MEM, Antonio Roberto de Paula, ocupará a tribuna do Legislativo maringaense para falar sobre a história, as conquistas e os projetos do Museu Esportivo

Alcântara, uma máquina de fazer gols

Edson Alcântara e sua esposa Samara. O casal reside em Santo Antônio da Platina. Alcântara é um dos maiores artilheiros da história do futebol paranaense. Em 1991, atuando pelo Sport de Campo Mourão, marcou 31 gols. O registro da Federação Paranaense de Futebol é de 30 gols porque um que ele anotou não foi para a súmula. Em 1991, foi o jogador que mais marcou em todos os campeonatos estaduais do Brasil.

#museu

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital