Últimas Publicações / Wilsinho Capeta e Alex Santos, pai e filho, amigos do Museu Esportivo de Maringá

Wilsinho Capeta, lateral-direito do Grêmio de Esportes Maringá nos anos 70, fez parte do elenco campeão paranaense de 1977, pai do Alessandro Santos, o Alex Santos. Pai e filho já estiveram no Museu Esportivo de Maringá em várias oportunidades. Alex doou uma camisa autografada da seleção japonesa e um quadro com foto e autógrafo. Wilsinho esteve no MEM junto com o filho e acompanhando professores e alunos do Instituto Alex Santos, entidade criada e administrada por Alex. Agora Alex tem mais um desafio na sua vida profissional ligada ao esporte.

É o clube Aruko Sports Brasil – clube empresa – que tem em Alex Santos um de seus idealizadores. De acordo com o site do clube fundado em 18 de dezembro de 2020, o Aruko chega em Maringá com o desafio de formar jovens atletas por meio do futebol, com foco no desenvolvimento integral do indivíduo e na sua capacidade plena de evolução contínua. “Atuaremos nessa temporada, nas categorias de base SUB-15, SUB-17, SUB-19 e entre os PROFISSIONAIS, disputaremos a terceira divisão do futebol paranaense. Juntos com os amantes do futebol da região, queremos ser um orgulho para Maringá, assim com a trajetória do maringaense que disputou duas Copas do Mundo pelo Japão e lá mostrou valores imprescindíveis para o sucesso em qualquer carreira, humildade, simplicidade e liderança.”  

 

Conheça a história de Alex. Informações do wikipédia

Início no Japão

Nasceu em Maringá, atuou nas categorias de base do Grêmio de Esportes Maringá, e se mudou para o Japão em 1994 com dezesseis anos. Matriculou-se na Meitoku Gijuku High School, em Kochi e jogou futebol no time da escola. Depois de se graduar, se juntou ao Shimizu S-Pulse da J-League em 1997. Em 1999 recebeu o troféu do melhor jogador da J-League.

Urawa

Em janeiro de 2004 ,deixou o Shimizu S-Pulse para jogar no Urawa Red Diamonds.

Salzburg

Em janeiro de 2007 Alex foi emprestado ao Red Bull Salzburg.[1]

Volta ao Urawa

Voltou para o Urawa em janeiro de 2008. Teve um grave ferimento num jogo de teste e tinha apenas uma aparição nesta temporada.

Nagoya Grampus

Em julho de 2009 ele concordou em ir jogar no Nagoya Grampus.[2]

Maringá

Voltou para o Brasil, em 2015, para atuar pelo time de sua cidade natal, o Maringá. Ao final da disputa do Campeonato Paranaense - Série A, disputou o Campeonato Paranaense - Série C pelo Grêmio Maringá.

PSTC

Foi contratado pelo PSTC no início de 2016 para defender o clube no Campeonato Paranaense.

Seleção

Em 2001, obteve a cidadania japonesa. Sua primeira aparição com a seleção japonesa foi em 21 de março de 2002 contra a Ucrânia, e fez parte da seleção de Philippe Troussier para a Copa do Mundo 2002.

Também fez parte da seleção japonesa de Zico para a Copa do Mundo de 2006, sua última competição pela seleção japonesa.

Títulos

Prêmios

Futebolista do Ano no Japão: 1999

J. League Melhor Onze: 1999

Títulos

Shimizu S-Pulse

Recopa da AFC: 1999

Copa do Imperador: 2002

Supercopa do Japão: 2002

Urawa Red Diamonds

J. League: 2006

Copa do Imperador: 2005 e 2006

Supercopa do Japão: 2006

Red Bull Salzburg

Bundesliga Austríaca: 2006-07

Seleção Japonesa

Copa da Ásia2004

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Museu na Câmara

Da assessoria da imprensa da CMM ***

Um pouco da história dos 70 anos do futebol de Maringá ficará aberto ao público no hall da Câmara Municipal durante todo este mês de fevereiro. O acervo, que inclui camisas dos times profissionais e amadores, fotografias, jornais antigos, flâmulas, poesias e textos informativos, faz parte da Exposição Itinerante Futebol Memória, organizada pelo jornalista Antônio Roberto de

Amilcar Profeta doa fotos históricas ao Museu Esportivo

Nosso amigo do Museu Esportivo, Amilcar Machado Profeta, primeiro secretário municipal de Esportes da história de Maringá (1977-80) doou fotografias de equipes maringaenses nos Jogos Abertos do Paraná de 1980, realizados em Apucarana, quando a Cidade Canção foi campeã geral. Um documento importante de resgate e homenagem aos que marcaram seu nome no esporte local. Profeta foi atleta de basquete e handebol, defendendo Maringá durante d&ea

Galinhada promovida pelo MEM e Liga de Futsal de Maringá levou 400 pessoas ao Sindicato dos Bancários

A noite do dia 10 de julho de 2019 ficou marcada na história do esporte de Maringá. Um público de mais de 400 pessoas, a grande parte formada por ex-atletas e seus familiares, compareceu à Galinhada promovida pelo Museu Esportivo de Maringá e Liga de Futsal de Maringá na sede campestre do Sindicato dos Bancários. A saborosa galinhada foi preparada por Rui Mertz, irmão do presidente da LFSM, Aldi César Mertz, e sua equipe da cidade

Biblioteca do MEM ganha "AABB Maringá: meio século de história" 

Marco Antonio Deprá, um dos autores do livro "Associação Atlética Banco do Brasil - Maringá: meio século de história", esteve no Museu Esportivo de Maringá, no dia 4 de dezembro, para fazer a entrega ao diretor Antonio Roberto de Paula, do exemplar desta publicação lançada em 2018, que conta a história da associação fundada na cidade em 1960. Roldão Alves de Moura é o outr

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital