Últimas Publicações / Benfica no Maracanã em 1955

Equipe do Benfica, de Portugal, do técnico Oto Glória, no Maracanã, em 1955, quando disputou a Taça Charles Miller.  O Corinthians foi o campeão do torneio. Na temporada 1954/55, o Benfica tinha conquistado o Campeonarto Português. 

 

PARTICIPANTES
AMÉRICA FOOTBALL CLUBE – RIO DE JANEIRO – DF.
CLUB ATLÉTICO PEÑAROL – MONTEVIDÉU – URUGUAI.
CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO – RIO DE JANEIRO – DF.
SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS – SÃO PAULO – SP.
SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA – SÃO PAULO – SP.
SPORT LISBOA E BENFICA – LISBOA – PORTUGAL.

FLAMENGO 1-0 BENFICA
DATA: 19 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 2.583.509,80.
ÁRBITRO: Washington Rodrigues (Uruguai).
FLAMENGO: Ari (Aníbal), Tomires e Pavão; Servílio, Dequinha e Jordan; Joel (Paulinho), Rubens; Índio (Henrique), Evaristo e Esquerdinha.
BENFICA: Costa Pereira; Jacinto e Artur; Caiado, Alfredo e Ângelo; Zézinho, Arsênio, Águas, Coluna e Palmeiro.
GOL: Evaristo.

PALMEIRAS 2-2 PEÑAROL
DATA: 19 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 644.565,00.
ÁRBITRO: José Santos Marques (Portugal).
PALMEIRAS: Laércio; Manoelito e Valdir; Belmiro, Tocafundo e Gérsio; Renato (Moacir); Lima, Ivan, Nei e Rodrigues.
PEÑAROL: Borghini; Davoine e William Martinez; Rodrigues Andrade, Salvador e Vagnoli (Barrios); Borges, Honberg, Miguez, Toja (Abadie) e Galván.
GOLS: Rodrigues e Nei / Honberg e Borges.

CORINTHIANS 2-1 PALMEIRAS
DATA: 22 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 683.055,00.
ÁRBITRO: Antonio Musitano.
CORINTHIANS: Gilmar; Homero e Olavo; Idário, Julião e Roberto; Luizinho, Cláudio, Baltazar, Moreno (Rafael) e Simão (Nelsinho).
PALMEIRAS: Laércio; Manoelito e Valdir; Belmiro, Tocafundo (Waldemar Fiúme) e Dema; Elzo; Liminha, Ivan (Jair), Nei e Rodrigues.
GOLS: Cláudio e Luizinho / Ivan.

AMÉRICA 1-0 FLAMENGO
DATA: 22 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 881.068,40.
ÁRBITRO: Horst Herden.
AMÉRICA: Pompéia, Cacá e Édson; Ivan, Osvaldinho e Hélio, Canário (Romeiro), Vassil (Washington), Leônidas, Alarcón e Ferreira.
FLAMENGO: Aníbal, Tomires e Pavão; Servílio, Dequinha e Jordan; Joel, Rubens; Índio (Paulinho), Evaristo (Henrique) e Esquerdinha.
GOL: Alarcón.

BENFICA 2-0 PEÑAROL
DATA: 26 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 1.479.465,70.
ÁRBITRO: Carlos de Oliveira Monteiro.
BENFICA: Costa Pereira; Jacinto e Artur; Caiado, Alfredo e Ângelo; Calado (Salvador), Arsênio, Águas, Coluna e Palmeiro.
PEÑAROL: Borghini; Davoine e William Martinez; Rodrigues Andrade, Salvador (Mouriño) e Barrios; Borges, Honberg (Abadie), Miguez, Toja e Galván.
GOLS: Coluna e Águas.

CORINTHIANS 3-0 FLAMENGO
DATA: 26 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 509.700,00.
ÁRBITRO: Washington Rodrigues (Uruguai).
CORINTHIANS: Gilmar; Homero e Olavo; Idário, Julião e Roberto; Luizinho, Cláudio (Simão), Baltazar, Rafael e Simão.
FLAMENGO: Aníbal (Osni), Tomires e Pavão (Jadir); Servílio, Dequinha e Jordan; Joel, Rubens; Paulinho, Henrique e Babá.
GOLS: Rafael, Nelsinho e Simão.

AMÉRICA 4-1 PEÑAROL
DATA: 29 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio de São Januário – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 236.933,50.
ÁRBITRO: Alberto da Gama Malcher.
AMÉRICA: Pompéia; Cacá e Osmar; Ivan, Osvaldinho e Hélio; Canário, Washington, Leônidas, Alarcón e Ferreira.
PEÑAROL: Borghini; Davoine e William Martinez; Rodrigues Andrade, Mouriño (Obdúlio Varela) e Barrios; Borges, Romay; Miguez, Abadie e Galván.
GOLS: Washington (3) e Canário / Abadie.

PALMEIRAS 1-2 BENFICA
DATA: 29 de junho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 1.267.750,00.
ÁRBITRO: Carlos de Oliveira Monteiro.
PALMEIRAS: Laércio; Manoelito e Valdir; Belmiro (Waldemar Fiúme), Valdemar e Dema; Renato; Liminha, Ivan (Jair), Nei e Rodrigues.
BENFICA: Costa Pereira; Jacinto e Artur; Caiado, Alfredo e Ângelo; Calado (Salvador), Arsênio, Águas, Coluna e Palmeiro.
GOLS: Nei / Águas e Palmeiro.

FLAMENGO 5-3 PALMEIRAS
DATA: 02 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 226.308,10.
ÁRBITRO: José Santos Marques (Portugal).
FLAMENGO: Aníbal, Tomires e Pavão; Servílio (Jadir), Dequinha e Jordan; Joel, Rubens; Paulinho, Babá e Esquerdinha.
PALMEIRAS: Laércio; Manoelito e Valdir (Mário); Waldemar Fiúme, Tocafundo (Belmiro) e Gérsio; Elzo; Moacir, Liminha, Jair e Rodrigues.
GOLS: Esquerdinha, Rubens, Joel, Gérsio (contra) e Babá / Rodrigues (2) e Liminha.

AMÉRICA 4-2 BENFICA
DATA: 03 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 2.613.222,90.
ÁRBITRO: Washington Rodrigues (Uruguai).
AMÉRICA: Pompéia; Cacá e Osmar; Ivan, Osvaldinho e Hélio; Canário, Washington, Leônidas, Alarcón e Ferreira.
BENFICA: Costa Pereira; Jacinto e Artur; Caiado, Alfredo e Ângelo; Zézinho (Salvador), Arsênio (Calado), Águas, Coluna e Palmeiro.
GOLS: Alarcón, Ferreira, Washington e Leônidas / Caiado e Águas.

CORINTHIANS 2-2 PEÑAROL
DATA: 03 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 559.440,00.
ÁRBITRO: Horst Herden.
CORINTHIANS: Gilmar; Homero e Olavo; Idário, Julião e Roberto; Simão, Luizinho, Paulo, Rafael (Goiano) e Nelsinho.
PEÑAROL: Borghini; Davoine e William Martinez; Rodrigues Andrade (Juan Carlos Gonzalez), Mouriño e Barrios; Borges, Honberg; Romay, Abadie (Milán) e Galván.
GOLS: Paulo e Nelsinho / Borges (2).

CORINTHIAS 3-1 AMÉRICA
DATA: 06 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 879.805,00.
ÁRBITRO: Alberto da Gama Malcher.
CORINTHIANS: Gilmar; Homero e Alan; Idário, Julião e Roberto (Goiano); Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael (Paulo) e Nelsinho.
AMÉRICA: Pompéia; Cacá (Rubens) e Osmar; Ivan, Osvaldinho e Hélio; Canário, Washington, Leônidas, Alarcón (Vassil) e Ferreira.
GOLS: Baltazar, Luizinho e Paulo / Ferreira.

PALMEIRAS 2-2 AMÉRICA
DATA: 09 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 199.315,00.
ÁRBITRO: Alberto da Gama Malcher.
PALMEIRAS: Laércio; Manoelito e Valdir (Mário); Valdemar , Waldemar Fiúme e Dema; Nei; Humberto,Liminha, Ivan (Jair) e Rodrigues.
AMÉRICA: Pompéia; Rubens (Agnelo) e Osmar; Ivan, Osvaldinho e Hélio; Canário, Washington, Leônidas, Vassil e Ferreira (Romeiro).
GOLS: Liminha e Ivan / Ferreira e Ivan

FLAMENGO 2-1 PEÑAROL
DATA: 10 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – DF.
RENDA: Cr$ 485.189,20.
ÁRBITRO: José Santos Marques (Portugal).
FLAMENGO: Aníbal, Tomires (Jadir) e Pavão; Servílio, Dequinha e Jordan; Joel, Rubens; Paulinho (Babá), Evaristo e Esquerdinha.
PEÑAROL: Borghini; Davoine e William Martinez; Rodrigues Andrade, Mouriño e Barrios; Borges, Toja; Romay (Miguez), Milán e Galván.
GOLS: Joel (2) / Galván.

CORINTHIANS 2-1 BENFICA
DATA: 10 de julho de 1955.
LOCAL: Estádio do Pacaembu – São Paulo – SP.
RENDA: Cr$ 1.447.335,00.
ÁRBITRO: Horst Herden.
CORINTHIANS: Gilmar; Homero e Alan; Idário, Julião e Roberto (Goiano); Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael (Paulo) e Nelsinho.
BENFICA: Costa Pereira; Jacinto e Artur; Caiado, Alfredo e Ângelo; Palmeiro, Arsênio, Águas, Coluna e Calado (Zézinho).
GOLS: Cláudio (2) / Águas.

CLASSIFICAÇÃO

J V E D GP GC PG

1º CORINTINHIANS
5 4 1 0 12 05 09
2º AMÉRICA
5 3 1 1 12 08 07
3º FLAMENGO
5 3 0 2 08 08 06
4º BENFICA
5 2 0 3 07 08 04
5º PALMEIRAS
5 0 2 3 09 13 02
6º PEÑAROL
5 0 2 3 06 12 02

CAMPEÃO: SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA

ARTILHARIA
4 GOLS.
Washington (América) e Águas (Benfica).

3 GOLS.
Ferreira (América), Cláudio (Corinthians), Joel (Flamengo), Rodrigues (Palmeiras) e Borges (Peñarol).

2 GOLS.
Alarcón (América), Luizinho, Nelsinho e Paulo (Corinthians), Ivan, Liminha e Nei (Palmeiras).

1 GOL.
Canário, Ivan e Leônidas (América), Caiado, Coluna e Palmeiro (Benfica), Baltazar, Rafael e Simão (Corinthians), Babá, Esquerdinha, Evaristo e Rubens (Flamengo), Abadie, Galván e Honberg (Penãrol).

GOL CONTRA
Gérsio (Palmeiras), no jogo contra o Flamengo.

RENDAS

TOTAL DO TORNEIO
Cr$ 14.696.662,60
15 jogos.
Média: 979.777,50

SÃO PAULO
Cr$ 6.190.965,00.
8 jogos.
Média: Cr$ 773.870,62.

RIO DE JANEIRO
Cr$ 8.505.697,60.
7 jogos.
Média: Cr$ 1.215.099,60.

Fonte: Esporte Ilustrado a partir do site www.historiadofutebol.com.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Museu Esportivo de Maringá no jornal O Diário do Norte do Paraná, edição desta quarta-feira (15). Exposição "Kaltoé no Esporte".
Astério Amante do Nascimento

Astério, um dos maiores campeões do futsal e do futebol amador de Maringá e região. Esta foto é de 1977, quando ele atuava na Valmar. Amigo do Museu Esportivo, ele sempre está presente nos nossos eventos. Nas quadras e nos campos, Astério ficou conhecido pela força, que às vezes extrapolava, mas sabia jogar, não por acaso ganhou tantos títulos, fazendo parte de grandes equipes. Pela vida colecionou uma legião

Rafael Cammarota e Zequinha de Tapejara, em 2014, quando trabalharam em Primavera do Leste, Mato Grosso

Ex-lateral direito Zé Carlos, o José Carlos de Paula Faria, Zequinha, reencontrou-se com o goleiro Rafael Camarota em Primavera do Leste, no Mato Grosso, 22 anos depois de os dois terem feito parte das equipes do Coritiba, o primeiro como Júnior e o segundo como titular – e ídolo – do time profissional. O encontro se deu em 2014, quando o ex-goleiro embarcou na aventura de comandar uma equipe que tinha como objetivo a formação de jogadores

Camisa histórica do início dos anos 1960 da extinta Portuguesa de Mandaguari doada ao MEM

Luiz de Canini era o dono da camisa 11 da Lusinha Mandaguariense; filho André fez a doação da raridade.

O Museu Esportivo de Maringá recebeu a doação de uma camisa da Portuguesa de Mandaguari, equipe que disputava os campeonatos amadores naquela cidade e amistosos na região durante a primeira metade dos anos 1960. 
Embora usasse o mesmo nome e as mesmas cores do clube paulista, o time pé-vermelho não estampav

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital