Últimas Publicações / Parabéns Londrina Esporte Clube, 65 anos

Texto de Flávio Frim, do www.bloglondrinense.blogspot.com. 

 Lembro-me de começar a gostar do Londrina Esporte Clube na brilhante Campanha de 1977-1978. Na época, com 10 anos, via a torcida que festejava pelas ruas da Vila Recreio, tremulando suas bandeiras e fazendo buzinaço. Aquilo me chamou a atenção. Já nas peladas com a gurizada, quando estava no gol era o 'Paulo Rogério', quando estava na linha era o 'Carlos Alberto Garcia'. Pouco tempo depois, no início de 79, comecei a ouvir os jogos pelo rádio e anotava os resultados do Londrina num papel de pão. Também gostava de desenhar o time. Ouvia o Jota Mateus pela Rádio Alvorada e também o pessoal da Rádio Paiquerê falando sobre o Londrina. Eu anotava tudo que achava interessante, embora deixasse de mencionar quem marcava o gol contra o time (pôxa,era muito chato ter que marcar isso, eh eh). Acabei perdendo a maioria daqueles primeiros registros, mas ainda consegui guardar alguns. Eram cadernos, primeiramente escritos a mão, depois com informações datilografadas. Ainda em 1979 fui levado pela primeira vez ao Estádio. Não me lembro muita coisa daquela época, mas algo chamava a atenção: o zagueirão Machado, com sua cabeleira ruiva e que 'quebrava' todo mundo que passava na sua frente! Depois veio 1980 com a conquista da Taça de Prata e 1981 com o esperado título de Campeão Paranaense. Até hoje, os meus dois anos preferidos na história do LEC (Impossível rever imagens da época e não se emocionar!). Não perdia um jogo no Estádio do Café e estava sempre nos treinos coletivos no VGD.

             Recordo que numa daquelas tardes no Café, invadi as cativas e fui olhando pras cabines das Rádios pra tentar achar quem era o Jota Mateus (e que já estava na Paiquerê). Quando o vi, pensei: 'Poxa, então esse é cara que fala do Tubarão, legal!'. Tempos depois trabalhei como operador de som na Rádio Paiquerê e alguém da Equipe Total (não me lembro bem ao certo se foi o Mateus ou o Jairo Gomes) viu que eu anotava os jogos do Lec e me deu um livro comemorativo dos 1000 primeiros jogos do Londrina, uma publicação de 1976. Isso foi um baita d´um presente pra quem queria saber mais do Londrina! Acabei fazendo um arquivo de informações e fotos do Londrina até o começo de 1991. Desse tempo na Paiquerê veio meu apelido de Frim, dado pelo saudoso Antonio Miguel - Formigão. Em 96 o Jota Mateus lançou o Livro 'Londrina Esporte Clube - 40 anos' que até hoje leio e releio, relembrando tantos tempos bons (e ruins também, é claro) do nosso 'Tuba' que me ajudou a completar muitas informações que eu não tinha. Apenas recentemente consegui adquirir o livro 'Londrina Esporte Clube - Contado em fatos e fotos' lançado pelo Professor Jefferson de Lima Sobrinho em 2005 que também é muito rico em informações sobre o nosso Tubarão. Curiosamente o autor relata todos os jogos do LEC até o início de 2005 e dá destaque justamente a quem marcou os gols do Londrina, da mesma forma que eu anotava nos meus antigos cadernos. Com esse material em mãos, resolvi então, criar em setembro de 2011 o Blog Londrinense, dedicado ao Londrina, e destacar fatos históricos do Tubarão, curiosidades e informações. A intenção é listar todos os jogos do Tuba e toda semana postaremos algo novo aqui. E você, que é torcedor do nosso querido Londrina, sinta-se à vontade para enviar suas sugestões ou caso tenha material (antigo ou novo) e queira colaborar, será muito importante sua participação! Entre em contato pelo e-mail:  bloglondrinense@gmail.com

Um Forte abraço!

Flávio Frim

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Museu Esportivo de Maringá recebeu no dia 24 de fevereiro de 2022 Menção Honrosa da Assembleia Legislativa do Paraná.

 O requerimento apresentado naquela Casa de Leis do Estado do Paraná, aprovado por unanimidade no dia 15 de novembro de 2021, foi uma proposição do deputado estadual Soldado Adriano José. O deputado esteve no Meu Campinho Custódio André Neto, localizado na avenida Joaquim Duarte Moleirinho, e fez a entrega oficial do documento ao diretor do MEM, Antonio Roberto de Paula na presença de amigos esportistas. Agradecemos ao deputado Soldad

Country Club de Lupionópolis, 1971

Equipe de futsal do Country Club de Lupionópolis, 1971 Jogo de despedida do jogador Fuzil contra o Cacique, de Londrina. A quadra de cimento, ao fundo a sede social do Country. O craque Fuzil se transferiu justamente para o Cacique. Nessa época, tendo Fuzil e Anizinho como destaques, o time de Lupionópolis era imbatível na região, chegando a ficar quatro anos sem perder em casa, sendo derrotado para a grande equipe da Sociedade Esportiva Palmeiras em 1973. Q

Uma história de 46 anos registrada no jornal Folha do Norte do Paraná

Aldi César Mertz levou um exemplar de 1973 da Folha do Norte do Paraná na Galinhada promovida prlo MEM e LFSM, dia 10 de julho, na sede campestre do Sindicato dos Bancários de Maringá. No jornal, o registro da vitória do time de futsal do Bamerindus de Maringá em amistoso contra o Nacional do Uruguai por 3 a 2. Ele e Osvaldo Luiz Patrão jogavam naquele time do Zé do Chapéu. Na foto: De Paula, Rui Mertz, Roderley, Aldi, Patrã

Ferreirinha

 Antonio dos Santos Ferreira, o Ferreirinha, faleceu, vítima de câncer na garganta, no dia 14 de outubro de 2011, no distrito de Vicente de Carvalho, Guarujá-SP.

Ferreirinha formou com Didi e Nivaldo, no Grêmio de Esportes Maringá, em 1977, um dos mais famosos meio-campo da história do futebol paranaense.

Antonio Roberto de Paula: “Em 1977, o Galo do Norte tinha um time de primeira. Fazia frente para qualquer outro. N

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital