Últimas Publicações / Parabéns Londrina Esporte Clube, 65 anos

Texto de Flávio Frim, do www.bloglondrinense.blogspot.com. 

 Lembro-me de começar a gostar do Londrina Esporte Clube na brilhante Campanha de 1977-1978. Na época, com 10 anos, via a torcida que festejava pelas ruas da Vila Recreio, tremulando suas bandeiras e fazendo buzinaço. Aquilo me chamou a atenção. Já nas peladas com a gurizada, quando estava no gol era o 'Paulo Rogério', quando estava na linha era o 'Carlos Alberto Garcia'. Pouco tempo depois, no início de 79, comecei a ouvir os jogos pelo rádio e anotava os resultados do Londrina num papel de pão. Também gostava de desenhar o time. Ouvia o Jota Mateus pela Rádio Alvorada e também o pessoal da Rádio Paiquerê falando sobre o Londrina. Eu anotava tudo que achava interessante, embora deixasse de mencionar quem marcava o gol contra o time (pôxa,era muito chato ter que marcar isso, eh eh). Acabei perdendo a maioria daqueles primeiros registros, mas ainda consegui guardar alguns. Eram cadernos, primeiramente escritos a mão, depois com informações datilografadas. Ainda em 1979 fui levado pela primeira vez ao Estádio. Não me lembro muita coisa daquela época, mas algo chamava a atenção: o zagueirão Machado, com sua cabeleira ruiva e que 'quebrava' todo mundo que passava na sua frente! Depois veio 1980 com a conquista da Taça de Prata e 1981 com o esperado título de Campeão Paranaense. Até hoje, os meus dois anos preferidos na história do LEC (Impossível rever imagens da época e não se emocionar!). Não perdia um jogo no Estádio do Café e estava sempre nos treinos coletivos no VGD.

             Recordo que numa daquelas tardes no Café, invadi as cativas e fui olhando pras cabines das Rádios pra tentar achar quem era o Jota Mateus (e que já estava na Paiquerê). Quando o vi, pensei: 'Poxa, então esse é cara que fala do Tubarão, legal!'. Tempos depois trabalhei como operador de som na Rádio Paiquerê e alguém da Equipe Total (não me lembro bem ao certo se foi o Mateus ou o Jairo Gomes) viu que eu anotava os jogos do Lec e me deu um livro comemorativo dos 1000 primeiros jogos do Londrina, uma publicação de 1976. Isso foi um baita d´um presente pra quem queria saber mais do Londrina! Acabei fazendo um arquivo de informações e fotos do Londrina até o começo de 1991. Desse tempo na Paiquerê veio meu apelido de Frim, dado pelo saudoso Antonio Miguel - Formigão. Em 96 o Jota Mateus lançou o Livro 'Londrina Esporte Clube - 40 anos' que até hoje leio e releio, relembrando tantos tempos bons (e ruins também, é claro) do nosso 'Tuba' que me ajudou a completar muitas informações que eu não tinha. Apenas recentemente consegui adquirir o livro 'Londrina Esporte Clube - Contado em fatos e fotos' lançado pelo Professor Jefferson de Lima Sobrinho em 2005 que também é muito rico em informações sobre o nosso Tubarão. Curiosamente o autor relata todos os jogos do LEC até o início de 2005 e dá destaque justamente a quem marcou os gols do Londrina, da mesma forma que eu anotava nos meus antigos cadernos. Com esse material em mãos, resolvi então, criar em setembro de 2011 o Blog Londrinense, dedicado ao Londrina, e destacar fatos históricos do Tubarão, curiosidades e informações. A intenção é listar todos os jogos do Tuba e toda semana postaremos algo novo aqui. E você, que é torcedor do nosso querido Londrina, sinta-se à vontade para enviar suas sugestões ou caso tenha material (antigo ou novo) e queira colaborar, será muito importante sua participação! Entre em contato pelo e-mail:  bloglondrinense@gmail.com

Um Forte abraço!

Flávio Frim

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

1992

Jogadores do Grêmio de Esportes Maringá no Brinco da Vila, centro de treinamentos, na Vila Operária, Maringá, em 1992.

Dirceu Herrero Gomes lança o livro "Adelaide Colombari - Semeadora de escolas"

Exemplar da obra doada ao MEM.

O jornalista e escritor Dirceu Herrero Gomes é o autor do livro “Adelaide Colombari – Semeadora de escolas”, publicado esta semana. Grande parceiro e incentivador do Museu Esportivo de Maringá, Herrero doou ao MEM um exemplar da obra que conta a história da professora Adelaide Colombari. A biblioteca do MEM conta com vários títulos de autoria de Dirceu Herrero Gomes. São obras biogr&aacut

2016

Daniela Arouca, de Maringá, é campeã mundial de jiu-jitsu

A soldado da Polícia Militar de Maringá, Daniela Alzira da Silva Arouca, participou de 25 a 27 de agosto do Campeonato Mundial Master da Federação Internacional de Jiu-Jitsu, realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Na categoria master 1 feminino azul meio peso (até 74 quilos), ela disputou duas lutas com atletas americanas e conquistou o título de campeã

Rafael Cammarota e Zequinha de Tapejara, em 2014, quando trabalharam em Primavera do Leste, Mato Grosso

Ex-lateral direito Zé Carlos, o José Carlos de Paula Faria, Zequinha, reencontrou-se com o goleiro Rafael Camarota em Primavera do Leste, no Mato Grosso, 22 anos depois de os dois terem feito parte das equipes do Coritiba, o primeiro como Júnior e o segundo como titular – e ídolo – do time profissional. O encontro se deu em 2014, quando o ex-goleiro embarcou na aventura de comandar uma equipe que tinha como objetivo a formação de jogadores

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital