Últimas Publicações / Lembranças do PSG para o Museu Esportivo de Maringá

Nossa amiga do Museu Esportivo de Maringá, a maringaense Erica de Oliveira Alves, que mora há mais de vinte anos na Europa, atualmente na França, em Paris, trouxe lembranças do Paris Saint-Germain para o MEM: uma publicação da Paris Saint-Germain Academy, que é a escola oficial de futebol do PSG, caneta, boton, sacola e cartões dos jogadores do elenco do clube parisiense e ainda um DVD produzido na França sobre a carreira do moçambicano Eusébio e do liberiano George Weah. Erica é irmã do professor Cássio  Marcelo de Oliveira Alves, também doador de relíquias ao Museu Esportivo. Eles são filhos de José Laércio Alves, o Tigrão, um dos primeiros repórteres esportivos de Maringá e que também trabalhou na famosa e extinta empresa Valmar.

Em 2019, a professora de educação física Erica doou ao acervo do MEM, 27 medlahas conquistadas no judô nas décadas de 1980 e 90, duas de natação e um troféu recebido numa competição da Federação Paulista de Judô. Ela disputou e venceu competições municipais, estaduais e nacionais. São medalhas de torneios realizados em Maringá, edições dos Jogos Abertos do Paraná, do Campeonato Paranaense de Judô e dos Jogos Universitários pela Federação Paranaense do Desporto Universitário e Confederação Brasileira do Desporto Universitário. Agradecemos à nossa amiga Erica e à sua família, que é apaixonada por esporte e pela história de Maringá. 

 

Galeria de Fotos

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Campeão Lúcio Aurélio doa suas medalhas de conquistas internacionais ao MEM

 Emocionante encontro no MEM reuniu esportistas amigos do lutador.

O lutador Lúcio Aurélio de Freitas Silva, maringaense de 48 anos, esteve no Museu Esportivo de Maringá no 5 de julho de 2019 acompanhado de alunos da sua academia, a Victoria Muay Thai, e de antigos amigos que acompanham a sua carreira, primeiramente no taekwondo e agora no muay thai.

Pentacampeão brasileiro de taekwondo nos anos 1990, período em que foi medalha de br

A história posta abaixo no Maringá Velho - O prédio de quase 70 anos agora só nas fotografias.

O amigo-parceiro-apoiador-pesquisador José Carlos Cecílio, que veio fazer uma visita ao Museu Esportivo. E, como sempre, trouxe preciosidades para o nosso acervo que está chegando a 3.500 itens.

Hoje, uma relíquia do Maringá Velho, bairro que o amigo JC Cecílio conhece como a palma da mão. Lá ele nasceu, na avenida Brasil, e agora se encarrega de contar uma bela história de um lugar com mais de 80 anos.

A

Equipes amadoras - Arquivo de Jorge Fregadolli

Jorge Fregadolli, nascido em Quatá, São Paulo, em 2 de março de 1938, filho de José Fregadolli e Palmyra Bóro Fregadolli, chegou a Maringá no dia 1º de fevereiro de 1953, numa época em que já se podia antever o célere desenvolvimento da cidade.

     Logo que os Fregadolli chegaram, foram trabalhar numa fazenda onde hoje é o campus da Unicesumar.   O menino Jorge convivia com um c

Flâmula do Santos com autógrafo do Rei Pelé e de Juary doada ao Museu Esportivo de Maringá

Serginho Sakae, fanático torcedor do Santos, doou mais uma flâmula do seu time de coração. Desta vez, trata-se de uma relíquia, guardada há 40 anos, com o autógrafo de Pelé e de Juary, atacante campeão paulista de 1978 pelo Peixe. Na flâmula foi marcada a data das dedicatórias e dos autógrafos ao Serginho: 31 de maio de 1978. "Aqui, no Museu Esportivo, mais santistas poderão ver esta lembrança

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital