Últimas Publicações / Martinzinho

José Antonio Martins, o Martinzinho, faleceu em 9 de setembro de 2012, aos 60 anos; foi um dos maiores jogadores do futsal de Maringá, e no futebol amador também teve destaque, atuando por equipes da cidade e da região, sempre conquistando títulos. Ele foi entrevistado em 2011 para o documentário 'Histórias que a bola pesada contou', lançado em 2012, filme dirigido pelo diretor do Museu Esportivo de Maringá, Antonio Roberto de Paula. Martinzinho foi um dos grandes colaboradores para a produção do documentário, disponibilizando fotografias e fazendo contato com ex-jogadores. Nossa eterna gratidão!

Em 2017, o filho de Martinzinho doou ao MEM faixas de campeão conquistadas pelo seu pai: 

S. R. F. Valmar Maringá.Tricampeão de futsal 1977-78-79; Taça Integração pelo Flórida Esporte Clube, 1975; duas do Flórida Esporte Clube, campeão amador 1976 e de 1977,Liga de Futebol Regional de Maringá;  e da equipe de futsal do Curso Poli, de 1982. 

.No dia 9 de setembro de 2012, Angelo Rigon publicou em seu site: 'Faleceu às 5h30 deste domingo, no Hospital de Clínicas, em Curitiba, o maringaense José Antonio Martins de Oliveira, 60 anos. Ele estava internado havia exatamente um mês, aguardando o transplante de fígado. Martins era um dos maiores nomes do futsal de Maringá (foi capitão do principal time por vários anos) e assessor do atual chefe de Gabinete da prefeitura, Walter Guerlles. A família encontra-se no HC e está providenciando traslado do corpo.PS – O corpo deve chegar no final da tarde a Maringá e será velado na sala 7 da capela do Prever.'

O saudoso blogueiro Lauro Barbosa escreveu no dia 10 de setembro de 2012: 'Morreu o ex-atleta José Antonio Martins de Oliveira, popularmente conhecido como Martins ou Martinzinho, que foi um dos maiores craques do futebol de salão da história de Maringá e capitão da seleção maringaense nos anos 70. Ele tinha 60 anos e morreu neste domingo no Hospital das Clínicas, em Curitiba, onde estava internado desde a semana passada à espera de um transplante de fígado. Martins é maringaense e cresceu na Vila Progresso, em uma chácara onde hoje fica a 9ª SDP. Desde cedo revelou talento para a bola, atuando no time do Mandacaru, ao lado de nomes como Canhoto e Carlito, mas ainda cedo trocou o futebol de campo pelo de salão, passando por vários times até tornar-se um dos principais craques do histórico time da Valmar, onde atuou lado de outros grandes nomes da história do futsal de Maringá, como Bechir, Rosael e tantos outros. Durante a recente reinaguração do Ginásio de Esportes Chico Neto, quando uma seleção de Maringá enfrentou o time de futsal do Santos Futebol Clube, com a presença do craque Falcão, Martins foi um dos ex-jogadores homenageados pela Secretaria Municipal de Esportes. Ele é também um dos personagens do filme ‘Histórias que a bola pesada contou’, produzido pelo jornalista e videodocumentarista Antonio Roberto de Paula.'

O saudoso Elnio Silveira Pohlmann, o Apucarana, escreveu em seu blog no dia 10 de setembro de 2012: O esporte maringaense perdeu neste domingo o ex-atleta José Antonio Martins de Oliveira, popularmente conhecido como Martins ou Martinzinho, que foi um dos maiores craques do futebol de salão da história de Maringá e capitão da seleção maringaense nos anos 70.Ele tinha 60 anos e morreu por volta das 5h30 deste domingo no Hospital das Clínicas, em Curitiba, onde estava internado desde a semana passada à espera de um transplante de fígado. O corpo foi trasladado para Maringá e será velado na capela do Prever, em frente ao Cemitério Municipal. Martins é maringaense e cresceu na Vila Progresso, em uma chácara do seu pai, o pioneiro José Antonio, onde hoje fica a 9ª Subdivisão Policial de Maringá. Desde cedo revelou talento para a bola, atuando no time do Mandacaru, ao lado de nomes como Canhoto e Carlito, mas ainda cedo trocou o futebol de campo pelo de salão, passando por vários times até tornar-se um dos principais craques do histórico time da Valmar, onde atuou lado de outros grandes nomes da história do futsal de Maringá, como Bechir, Rosael e tantos outros. Do Valmar ele foi chamado para a seleção da cidade, onde atuou por muitos anos e foi o capitão da equipe nos anos 70. Durante a recente reinaguração do Ginásio de Esportes Chico Neto, quando uma seleção de Maringá enfrentou o time de futsal do Santos Futebol Clube, com a presença do craque Falcão, Martins foi um dos ex-jogadores homenageados pela Secretaria Municipal de Esportes. Ele é também um dos personagens do filme 'Histórias que a bola pesada contou', produzido pelo jornalista e videodocumentarista Antonio Roberto de Paula. Adeus meu velho amigo de tantas jornadas! Eu conheci toda a família de Martinzinho, seu irmão Martins, foi meu técnico em 72 no Operário, seu cunhado babá é meu contador e Milton Siqueira gerente do estádio Willie Davids, são todos familiares que estimo muito e a muitos anos. Trabalhei com Martins na Valmar e jogamos muitas partidas de futsal, com Lê,zé bolão , Astério, João Ganem,  também outro saudoso amigo, ex- diretor da Valmar. Não posso deixar de registrar a tristeza de outro grande amigo, e ex-diretor da Valmar também, Gilberto Resende de Campos. Entre outros que jogavam no time da Valmar, registro o nome do velho Félix Lescaniko. Bons tempos foram aqueles que convivemos juntos ao longo dos anos 69 a 74. Muitos amigos estão lamentando a morte de Martins. Quantas partidas de futebol ente Operário e Mandacaru, ainda me lembro do Milton, do canhoto e de muitos outros jogadores que defenderam o Mandacaru ao lado de Martinzinho.Todos nós estamos tristes. Mas a vida é mesmo assim, ninguém é eterno, mas de uma coisa eu tenho certeza. Martinzinho cumpriu sua missão terrestre e que Deus o tenha ao lado de tantos amigos que já se foram. Aos familiares de martinzinho, os meus pêsames.'

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Museu Esportivo na III Pedalada-Caminhada pelo fim da violência contra a Mulher, dia 9 de março, em Maringá.

A professora Tania Tait, coordenadora da Associação Maria do Ingá e Presidente do Conselho da Mulher e responsável pela comunicação do Forum Maringaense de Mulheres esteve com o Diretor do Museu Esportivo de Maringá, jornalista Antonio Roberto de Paula. O assunto tratado foi o apoio e a participação do Museu Esportivo na III Pedalada pelo fim da violência contra a Mulher. "O apoio do Museu é sempre importante nes

Autarquia de Fomento Agropecuário de Maringá

-  Nosso amigo e colaborador do Museu Esportivo, Damásio Barão, com a faixa de campeão do Campeonato de Peladas de 1976, equipe da AFA - Autarquia de Fomento Agropecuário de Maringá. Damásio doou a faixa para o acervo do MEM. Grato, Damásio! A memória do esporte agradece.

#museuesportivodemariingá #amigosdomuseuesportivo

Carteirinha do Grêmio Maringá do tempo em que Balbinotti era o presidente do clube

O amigo do Museu Esportivo de Maringá, Rouzenval Treyman, fez a doação de sua carteirinha, de 1986, de sócio do Grêmio de Esportes Maringá, nº 588 - série - Sócio Ouro, quando o clube tinha Odilio Balbinotti como presidente. Rouzenval, fanático torcedor do Grêmio Maringá, é bastante crítico em relação ao seu clube de coração, mas tem esperança de que o Galo do Norte

Camisa do goleiro Rafael Cammarota, do Grêmio Maringá, doada ao MEM por Bernardo Alberto Galeli, o Beto da Central Carnes

Relíquia de 40 anos
Fã de Rafael Cammarota, goleiro que atuou no Grêmio de Esportes de 1979 a 1981, Bernardo Alberto Galeli conhecido como Beto da Central Carnes, 53 anos, doou uma camisa do seu ídolo ao Museu Esportivo de Maringá. Goleiro nos seus tempos de garoto, Beto acompanhava os jogos do Grêmio Maringá e os camisas número 1 eram os que lhe chamavam mais atenção. Nomes como Leonel, Luís Andrade, Luí

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital