Últimas Publicações / Picolé visita o Museu Esportivo de Maringá

O ex-jogador Picolé esteve no Museu Esportivo de Maringá no dia 13 de julho de 2018. Morando atualmente em Curitiba e trabalhando como observador técnico do Clube Atlético Paranaense, Picolé veio a Maringá e em cidades da região para cumprir compromissos profissionais. Na cidade, ele se encontrou com Sebastião Braz Palma, o Tião Rivelino, seu amigo desde os tempos em que atuou no Grêmio de Esportes Maringá, em 1984. Tião Rivelino o convidou para conhecer o Museu Esportivo, sendo recepcionado pelo diretor Antonio Roberto de Paula. 
Picolé, nascido na cidade paulista de Pirajuí em 29 de janeiro de 1956, foi registrado com o nome de José Ricardo Manoel. Ele conta que nem mesmo sua mãe o chama pelo nome e sim pelo apelido. E qual a razão do apelido? Ele diz que, infantil ainda no Noroeste de Bauru, comprou três sorvetes antes de entrar no campo para treinar e não teve tempo de terminar de chupar antes da bola começar a rolar. O treinador foi chamá-lo e gritou: 'Ô do picolé'. Os outros garotos começaram a brincar com ele chamando-o de Picolé. 'Quanto mais bravo eu ficava, mais o apelido colava', comentou, sorridente. 
Ele jogou no Palmeiras entre 1976, ano em que foi campeão paulista, e 1979. E além do Grêmio Maringá, atuou Atlético Paranaense, Noroeste de Bauru, Portuguesa Santista e durante oito anos no Puebla do México, onde ficou amigo do técnico Muricy Ramalho, amizade que perdura até hoje.
Sobre sua passagem pelo Grêmio, um fato marcante foi ter sido escolhido em duas oportunidades como o artilheiro do Fantástico. Nos anos 1980, o programa Fantástico, da Rede Globo, escolhia o gol mais bonito do final de semana. O gol de bicicleta contra o Pinheiros e outro, de cobertura, contra o Cascavel, ambos no Willie Davids, foram os mais bonitos em dois domingos do Fantástico.
Na visita, Picolé se lembrou de outros fatos do seu tempo de jogador do Galo do Norte, comentou sobre seus antigos companheiros e prometeu retornar. De Paula presenteou Picolé com o livro 'Francisco Feio Ribeiro,a jornada de um obstinado', publicado em 2014, sobre o pioneiro maringaense que veio de Pirajuí, cidade onde nasceu o ex-jogador.

Galeria de Fotos

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Maringá - Centro de Iniciação ao Esporte Veldocir Roque Amboni

Texto da Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá, dia 18 de setembro de 2017. Foto: Cary Bertazzoni / PMM.

A administração municipal realizou neste domingo, 17, a entrega oficial das obras do Centro de Iniciação ao Esporte do Jardim Paulista III à comunidade maringaense.

Além do prefeito Ulisses Maia, secretários municipais e coordenadores de áreas da Secretaria Municipal de Esporte

Gabriel Kara Neto visita o Museu Esportivo de Maringá

Gabriel Kara Neto, professor que lecionou em Maringá, foi preparador físico do time profissional do Grêmio de Esportes Maringá e das categorias de base na década de 70, também fazendo as vezes de treinador em várias oportunidades, visitou o Museu Esportivo de Maringá na última segunda-feira, dia 9 de outubro de 2018, em companhia de Gilmar Real e Serraria, que foram seus atletas, e do seu concunhado Devonsir, de Mandaguari. Gabriel

Wagner José Valente, goleiro campeão paranaense em 1977 pelo Grêmio de Esportes Maringá, completou 70 anos e mora em Uberlândia

- Foto de 1977, defesa de Wagner contra o Athletico Paranaense em jogo pelo estadual no estádio Willie Davids.

Nascido em  Uberaba-MG, em 10 de julho de 1950, o goleiro Wagner José Valente iniciou a carreira em 1971 no Urbelândia-MG onde ficou até 1974, ano em que foi para o América mineiro. Em 1975 foi jogar no Botafogo Futebol Clube, de Ribeirão Preto. Em 1976 se transferiu para o Grêmio de Esportes Maringá, permanece

Dirceu Herrero Gomes lança o livro "Adelaide Colombari - Semeadora de escolas"

Exemplar da obra doada ao MEM.

O jornalista e escritor Dirceu Herrero Gomes é o autor do livro “Adelaide Colombari – Semeadora de escolas”, publicado esta semana. Grande parceiro e incentivador do Museu Esportivo de Maringá, Herrero doou ao MEM um exemplar da obra que conta a história da professora Adelaide Colombari. A biblioteca do MEM conta com vários títulos de autoria de Dirceu Herrero Gomes. São obras biogr&aacut

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja - Maringá - Paraná - Brasil

 (44) 99156-1957

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital