Últimas Publicações / Camisa comemorativa do clube japonês Sagan Tosu doada ao Museu Esportivo

No dia 18 de janeiro de 2020, o amigo Sérgio Akira, que morou no Japão em 2019, levou ao Museu Esportivo uma camisa promocional de um clube daquele país: o Sagan Tosu. A camisa é comemorativa ao jogo Sagan Tosu x Kawasaki Frontale, realizado em 13 de agosto de 2016, vencido pelo Sagan por 1 a 0.

Akira é quem conta: 'A camisa que eu trouxe do Japão é da cidade de Saga-shi da província de Saga, região de 'Kyushu', região Sul do Japão, essa região tem como uma capital regional a cidade de Fukuoka. As cidades mais conhecidas dessa região são Hiroshima e Nagasaki. É uma camisa estampada com os nomes das patrocinadoras (entre elas empresa de telefonia, rede de hotéis, etc), traz ainda o ano da competição e nós braços as estampas de Saga e Fukuoka. Infelizmente não consegui assistir a nenhuma partida de beisebol e nem futebol ao vivo devido ao horário de trabalho. No ano de 2019 que eu estava na cidade de Saga o Fernando Torres era o centroavante do time de Saga que disputava a segunda divisão da J League. Posso dizer que o que eu vi na cidade que eu fiquei durante um ano foram vários campos de beisebol e futebol. É um povo apaixonado por esporte, inclusive, como curiosidade, entre a primavera e o verão o país inteiro promove em um domingo uma maratona pelas ruas da cidade.'

Akira conta que comprou a camisa em uma loja de peças de roupas usadas, móveis e eletrodomésticos e eletrônicos, muito comum no Japão: ' O modelo da camisa é de beisebol, esporte muito popular lá, mas foi confeccionada para a torcida.'

De acordo com o wikipédia, o clube foi fundado em 1987, inicialmente tinha como sede a cidade de Hamamatsu, mudando-se para Tosu em 1994, adotando o nome Tosu Futures, mudando para Sagan Tosu três anos depois. Após boas temporadas na Japan Football League (Terceira Divisão japonesa), o time ganhou uma vaga para a recém-criada J. League 2, terminando sua primeira temporada como profissional em oitavo lugar.

Em 2011, o Sagan obteve a segunda colocação na J.League 2, alcançando uma inédita promoção para a Primeira Divisão nacional. Até então, seu melhor resultado foi um quarto lugar, em 2006. O Sagan Tosu manda suas partidas no Tosu Stadium, com capacidade para abrigar 24.490 torcedores. O uniforme principal: camisa azul com detalhes pretos na gola e nas mangas, calção azul e meias azuis. O uniforme reserva: camisa branca com detalhes pretos na gola e nas mangas, calção branco e meias brancas.

#museuesportivodemaringa #amigosdomuseuesportivo

www.museuesportivo.com.br

Galeria de Fotos

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Camisa de 1983 da Usina Santa Terezinha e bonés do Esporte Clube Operário e União Bandeirante doados ao Museu Esportivo por Tilinho, presidente do ECO

O nosso amigo colaborador Ortilio Carlos Vieira, o Tilinho, presidente do Esporte Clube Operário, da Vila Operária, de Maringá, voltou a fazer doações para o Museu Esportivo. Um dos grandes incentivadores do nosso projeto de resgate da memória esportiva da cidade, Tilinho doou desta vez uma camisa de 1983, da equipe da Usina Santa Terezinha (Usaçucar), campeã da Taça Maringá daquele ano. A camisa, número 7, pertenceu

Anos 80

Nosso amigo do Museu Esportivo, Adilson Martins, o Cascão, nos tempos de goleiro da Associação Central de Maringá, década de 80. (Crédito da foto: arquivo pessoal de Adilson Martins) 

Jonas José de Oliveira, o Tostão, se despede do futebol no seu aniversário de 70 anos

Uma emocionante festa realizada na sede do Sindicato dos Bancários de Maringá, no dia 24 de novembro de 2018, marcou a despedida de Jonas José de Oliveira, o Tostão, dos gramados, e a comemoração dos seus 70 anos de idade.
Antes da churrascada, houve o amistoso entre os amigos de Maringá e de Rondon-PR. Todo o ritual de despedida foi obedecido, com os atletas perfilados para a entrada de Tostão e, antes da bola rolar, teve o momen

JC Cecílio, Edna Martins e Antero Rocha no MEM

JC Cecílio, grande colaborador do MEM, trouxe mais relíquias para o nosso acervo: uma mini-flâmula do New York Cosmos, exemplar de novembro da Revista E (edição de novembro), gibis do Neymar e do Ronaldinbho Gaúcho, livro-novela "Uma história de futebol", de José Roberto Torero, edição especial de junho de 1970 da revista Fatos & Fotos (Brasil tricampeão) e reproduções do O Jornal, de 1975,

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja

 (44) 3029-9674

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital