Últimas Publicações / Álbum com recortes de jornais e revistas do Grêmio Esportivo Maringá e Grêmio de Esportes Maringá doado ao MEM

Álbum com recortes de jornais e revistas do Grêmio Esportivo Maringá e Grêmio de Esportes Maringá doado ao MEM

O maringaense Varlei Lopes da Silva, 51 anos de idade, é um torcedor apaixonado pelo Grêmio Maringá. Menino ainda, morava na Vila Operária, próximo do Brinco da Vila, o local de treinamentos do Grêmio. Na década de 1980, o clube vivia uma grande fase. Tinha sido campeão paranaense em 1977 e, desde então, disputava o Estadual em iguais condições com os clubes da capital e com o Londrina, seu arquirrival. Participante do Campeonato Brasileiro, o Grêmio lotava o estádio Willie Davids quando enfrentava os clubes da elite nacional.
O garoto Varlei gostava de ir ao Brinco da Vila, assim como os meninos daquela época. Ficar frente a frente com jogadores que no domingo vestiam a camisa alvinegra para defender o time da cidade era uma honra, um orgulho. Varlei se lembra daqueles dias e chega a se arrepiar ao comentar episódios que ele gravou eternamente em sua memória. 'Não perdia um jogo no Willie Davids. O Grêmio foi e sempre será minha paixão', afirma.
Uma paixão que o levou, ainda menino, a recortar jornais e revistas sobre o Grêmio Esportivo Maringá e Grêmio de Esportes Maringá: reportagens, entrevistas, fotos de jogadores e pôsteres. Tudo organizado cronologicamente em um álbum de capa marrom. A história desses clubes é contada desde o primeiro título do futebol profissional de Maringá, em 1963. Ele conta que seu pai era motorista do IBC, o extinto Instituto Brasileiro do Café na década de 1980, e ele aproveitava folhas de relatórios antigos, já descartadas, para colar os recortes. 
O álbum, com informações até 2005, é acrescido com imagens de estádios de futebol no país e de distintivos de clubes brasileiros e do exterior. 
Na tarde de sexta-feira (12/01/19), Varlei visitou o Museu Esportivo de Maringá em companhia da esposa Luciana. Ele se impressionou ao ver quadros de fotos, camisas e flâmulas do seu clube de coração e, com saudades, se lembrou de histórias da sua época de garoto, dos grandes times do Galo do Norte e dos jogadores. 
Entre os muitos jogadores, ele se recorda do goleiro Rubens, que atuou no Galo na década de 1980, o 'Goleiro do Fantástico' em várias ocasiões, por conta de suas grandes defesas nos jogos de domingo. 'O Rubens sempre foi muito bacana com a molecada, até jogava bola com a gente. Pegava muito'. 
Varlei, que tem na memória nomes de muitos jogadores do Grêmio, inclusive daqueles de curta passagem e dos que não se destacaram, e também dos radialistas, decidiu doar o seu álbum de infância, portanto de grande valor afetivo, ao Museu Esportivo de Maringá. 'Estou fazendo a doação porque sei que o álbum vai ficar em boas mãos e muitas pessoas vão conhecer o passado do Grêmio, é a minha maneira de ajudar no resgate dessa história', disse Varlei.
O diretor do MEM, Antonio Roberto de Paula, agradeceu a doação e parabenizou Varlei que, por meio da paixão pelo Grêmio, produziu um trabalho histórico. 'O Varlei fez a doação de um importante material de resgate da história do futebol profissional de Maringá, o que muito valoriza nosso acervo, possibilitando um conhecimento maior daqueles tempos de glória dos dois clubes homônimos.' 
#museuesportivodemaringa
#amigosdomuseuesportivo

Galeria de Fotos

Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário


Outras Publicações

Biblioteca do MEM ganha "AABB Maringá: meio século de história" 

Marco Antonio Deprá, um dos autores do livro "Associação Atlética Banco do Brasil - Maringá: meio século de história", esteve no Museu Esportivo de Maringá, no dia 4 de dezembro, para fazer a entrega ao diretor Antonio Roberto de Paula, do exemplar desta publicação lançada em 2018, que conta a história da associação fundada na cidade em 1960. Roldão Alves de Moura é o outr

Radialistas de Campo Mourão

O amigo do Museu Esportivo, Ilivaldo Duarte, de Campo Mourão-PR, envia a foto e dá o depoimento: "Olha aí Antonio Roberto de Paula, meu amigo, a alegria de ter feito parte da melhor equipe esportiva de todos os tempos do rádio mourãoense. Viva o rádio!"

Museu Esportivo de Maringá recebe camisa histórica do Corinthians

Uma camisa do Corinthians, guardada durante 35 anos por um fanático torcedor foi doada ao Museu Esportivo de Maringá na noite do dia 20 de dezembro. A peça é de 1982, ano em que o Timão conquistou o Campeonato Paulista, e está autografada pelo Doutor Sócrates e seus companheiros. O maringaense Eduardo Ciriaco, que reside em Curitiba, fez a doação ao diretor do MEM, Antonio Roberto de Paula, na presença de torcedores corinti

Jornalista Sandro Ivanowski doa ao MEM camisa do Grêmio de Porto Alegre e a do Monterrey do México

No dia 25 de outubro de 2018, o jornalista Sandro Ivanowski visitou o Museu Esportivo de Maringá. Apaixonado por futebol e pelo Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, Sandro doou ao MEM uma camisa de 1999, do seu clube de coração, e outra de 2005, do Club de Futbol Monterrey, do México, esta presenteada por seu irmão, que na época morou naquele país.
O eclético jornalista, que trabalhou por 21 anos fazendo reportagens e apresenta

“Quilômetros de papel e rios de tinta imprimem o futebol ao longo dos anos, atravessando gerações. Na era digital, as Imagens avançam pelos céus, rompem todas as fronteiras. As vozes do amor ao futebol ecoam pelo grande campo que é o mundo. Agora, em algum lugar, alguém chuta uma bola. A paixão mais documentada da história não para. O jogo nunca termina.”

(Antonio Roberto de Paula)

 Rua Pioneiro Domingos Salgueiro, 1415- sobreloja

 (44) 3029-9674

Museu Esportivo © 2016 Todos os diretos reservados

Logo Ingá Digital